Imprensa argentina aponta desgaste interno após Scaloni sugerir fim de ciclo na seleção – FUTEBOL EUROPEU

[ad_1]

Campinas, SP, 22 – Lionel Scaloni, técnico da Argentina, colocou em dúvida sua continuidade no comando da atual campeã do mundo, em coletiva de imprensa no Maracanã, após a vitória por 1 a 0 sobre a seleção brasileira, na noite de terça-feira. Ao falar a frase “preciso pensar, está complicado seguir” despertou receio nos torcedores que o têm como um dos grandes responsáveis pelo tricampeonato mundial. De acordo com a imprensa argentina, o motivo de tal pronunciamento seria um desgaste entre o treinador e a cúpula da Associação do Futebol Argentino (AFA).

A declaração o técnico no Rio foi bastante enigmática, além de inesperada, pois ele havia acabado de impor ao rival Brasil a sua primeira derrota em casa na história das Eliminatórias.

“Preciso pensar, preciso pensar muito no que vou fazer. Não é um adeus, ou nenhuma outra coisa, mas eu preciso pensar porque o nível está muito alto e está complicado seguir, está complicado continuar ganhando”, completou. “É hora de pensar sobre esse momento.

“Vou conversar com o presidente (da Federação Argentina de Futebol, Claudio Tapia), depois conversar com os jogadores, porque esta equipe precisa de um treinador que tenha toda a energia possível e que esteja bem”, concluiu.

Depois do jogo, Scaloni, geralmente pouco ativo nas redes sociais, publicou uma foto em seu Instagram, na qual aparece abraçado à sua comissão técnica no gramado do Maracanã, após o jogo, e escreveu apenas “ARGENTINA!”. Os comentários são de torcedores apelando para que ele não vá embora. Segundo o canal TYC Sports, reunir os companheiros para tirar a foto foi uma iniciativa do treinador, o que seria um ato simbólico, pois foi no Maracanã que Scaloni levantou a taça da Copa América de 2021, um divisor da águas para a seleção argentina.

Já o jornal Olé publicou que há um “desgaste interno signiFEcativo” entre Scaloni e a direção da AFA, especialmente como presidente Claudio Tapia. O problema estaria relacionado a “problemas que a comissão técnica tem de enfrentar e resolver cada vez que a Seleção Nacional joga”, como logística, estrutura, montagem e suporte. O texto também diz que não há problemas de relacionamento com jogadores.

Os próprios atletas argentinos foram pegos de surpresa com a declaração após a partida. “Estávamos eufóricos com a vitória e receber esta notícia foi um choque. Vamos falar com ele para ver o que acontece. Faremos tudo para que ele FEque”, aFErmou o zagueiro Otamendi, autor do gol da vitória.

“Temos que respeitar os sentimentos dele e agradecê-lo. Obviamente queremos que siga conosco para sempre”, acrescentou o meio-campista Mac Allister.

[ad_2]

Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *