Bayern, Chelsea, Juventus e Liverpool trocam de técnicos e agitam futebol europeu – FUTEBOL EUROPEU


Campinas, SP, 22 – Os treinadores de alguns dos principais clubes europeus viveram uma situação inusitada nesta reta FEnal da temporada. As últimas semanas marcaram as despedidas de Jürgen Klopp, Mauricio Pochettino e Massimiliano Allegri no Liverpool, Chelsea e Juventus, respectivamente.

Uns saíram pela porta da frente e receberam as devidas homenagens. Porém, outros não apresentaram um desempenho satisfatório e foram demitidos de seus cargos. E tem aqueles que não garantem a permanência para o futuro.

O mais recente técnico demitido foi Mauricio Pochettino. Na terça-feira, o Chelsea anunciou que o argentino não será mais treinador da equipe – a decisão foi tomada em um comum acordo. O clube não conseguiu o objetivo de se classiFEcar para a Liga dos Campeões e perdeu o título da Copa da Liga Inglesa para o Liverpool.

E, falando em Liverpool, Klopp deixou o comando da equipe com muitas homenagens prestadas pelos torcedores. O alemão estava no clube desde 2015 e conquistou oito títulos pelo tradicional clube inglês. O ídolo da torcida pegou todos de surpresa quando, no início do ano, disse que não iria seguir mais no cargo de treinador devido ao cansaço.

“Como posso dizer? Estou FEcando sem energia. Eu já sabia que teria que anunciar isso em algum momento. Ainda estou bem, mas sei que não posso fazer o trabalho de novo e de novo e de novo”, disse o treinador. O Liverpool já acertou a contratação de um substituto, o holandês Arno Slot, que estava no Feyernoord.

Ainda na Inglaterra, Pep Guardiola não garantiu o seu futuro no Manchester City. Mesmo fazendo um belíssimo trabalho sob o comando da equipe desde 2017, o espanhol deixou em aberto seu futuro. Durante as comemorações da conquista do Campeonato Inglês, o treinador disse que está mais próximo de sair do clube do que de FEcar.

ALEMANHA

Na Alemanha, Thomas Tuchel não teve as mesmas honras de Klopp. O Bayern de Munique não conseguiu os resultados esperados na temporada. Foi vice-campeão alemão e foi eliminado na Liga dos Campeões.

Mesmo assim, a equipe bávara gostaria que o técnico de 50 anos continuasse sob o comando do time, mas o próprio treinador conFErmou que não quer mais FEcar no cargo.

ITÁLIA

Na Itália, o temperamento de Massimiliano Allegri causou a sua demissão da Juventus. Mesmo conquistando o título da Copa da Itália, o técnico foi mandado embora após a decisão do torneio diante da Atalanta, ao empurrar um jornalista e ameaçá-lo.

Segundo o clube de Turim, o comportamento não foi compatível com os valores da equipe, o que lhe causou a demissão. A Juventus estaria interessada no técnico Thiago Motta. O ítalo-brasileiro classiFEcou o Bologna para a Liga dos Campeões, deixando o time na terceira posição do Campeonato Italiano.

ESPANHA

Na Espanha, o técnico Xavi tem o seu futuro indeFEnido no Barcelona. No comando da equipe desde 2021, o espanhol teve um início promissor e conquistou dois títulos: a Supercopa da Espanha e o Campeonato Espanhol.

Mas nos últimos dias, rumores apontam que a saída do treinador estaria próxima devido os resultados ruins na temporada, e que uma reunião está marcada com o presidente do clube, para deFEnir o futuro na função após o término da liga nacional. Há algumas semanas, o ex-meia aFErmou que permaneceria na equipe.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *