Sevilla empata clássico com o Betis e mantém tabu de seis anos – FUTEBOL EUROPEU


O Betis recebeu o Sevilla neste domingo, no estádio Benito Villamarín, em clássico válido pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol. Isco, para os mandantes, e Kike Salas, para os visitantes, marcaram os gols do empate por 1 a 1. Com mais essa igualdade no clássico, o Betis mantém um jejum bastante incômodo: não vence o Sevilla pelo torneio nacional há quase seis anos. São seis vitórias para o lado vermelho no período, além de cinco empates. A última vitória do Betis no duelo foi em setembro de 2018.

O resultado levou o Betis aos 49 pontos, ocupando a sétima posição da tabela e fazendo com que o time perdesse uma oportunidade de embolar um pouco mais a briga pela vaga na Liga Europa. O Sevilla, por sua vez, alcançou os 38 pontos, aparecendo em 13º lugar. Faltando cinco rodadas para o FEm do campeonato, o clube alviverde está a dois pontos da Real Sociedad, que perdeu na sexta-feira para o Real Madrid por 1 a 0.

O JOGO

E parecia que o tabu iria cair. A equipe do técnico Manuel Pellegrini foi melhor nos dois tempos e criou boas chances. Mas foi o Sevilla que começou com mais intensidade, pressionando e roubando a bola no campo adversário. Aos poucos, o Betis, liderado por Isco, foi assumindo o controle da partida. Aos 35, Pablo Fornals FEnalizou com o goleiro Orjan Nyland batido, mas Sergio Ramos apareceu para tirar a bola quase na linha, evitando o gol do Betis.

ESPANHOL: Sevilla empata clássico com o Betis e mantém tabu de seis anos 48

Foi então que, aos 38 da primeira etapa, o Betis conseguiu inaugurar o marcador. Dentro da área, Lukébakio acabou tocando a bola com o braço para interceptar um cruzamento, resultando em um pênalti assinalado sem hesitação pelo árbitro. Na cobrança, Isco chutou com força e converteu.

O gol animou o Betis, que voltou do intervalo com mais vontade. O time poderia ter ampliado a vantagem quando Cédric Bakambú recebeu um passe em profundidade, mas acabou se lesionando justamente quando estava prestes a FEcar cara a cara com Nyland, mandando a bola para fora.

Durante os 45 minutos FEnais, o Sevilla resistiu à pressão, especialmente graças ao goleiro Orlan Nyland, que defendeu um chute de Ayoze que se dirigia ao ângulo. Mesmo dominado pelo Betis, o Sevilla buscava oportunidades de contra-ataque e lances de bola parada para ameaçar o adversário.

E em uma cobrança de escanteio de Marcos Acuña na primeira trave, Kike Salas, pouco tempo após sair do banco, subiu mais que Germán Pezzella para empatar o jogo, aos 10 minutos do segundo tempo.

Após o empate, o Sevilla não se arriscou tanto e observou o rival continuar com as melhores chances de gol. Apenas dois minutos depois do gol de Salas, o árbitro assinalou um pênalti estranho a favor do Betis, quando Loic Baldé foi pressionado por Isco e acabou tocando no rosto do adversário enquanto tentava proteger a bola. Por sorte, o VAR interveio para anular a penalidade e o cartão amarelo dado ao zagueiro.

OUTROS JOGOS DA RODADA

Na mesma rodada, na parte inferior da tabela, o Granada, que ocupa a penúltima posição, venceu o Osasuna por 3 a 0, mantendo vivas as esperanças de permanência na primeira divisão. O time está a 10 pontos da zona de rebaixamento, com ainda 15 pontos em disputa. O Osasuna, muito impreciso tanto na defesa quanto no ataque, sucumbiu diante dos gols de Facundo Pellistri, Myrto Uzuni e Lucas Boyé.

Já o Cádiz, que se encontra na zona de rebaixamento, não conseguiu ir além de um empate por 1 a 1 com o Mallorca, permanecendo a cinco pontos da salvação, posição ocupada pelo Celta. Vedat Muriqi colocou o Mallorca na frente aos 12 minutos do primeiro tempo, mas um gol contra de Omar Mascarell, aos 14 minutos do segundo tempo, assegurou o empate, mantendo viva a esperança do Cádiz.

Por FEm, o Villarreal conquistou uma vitória por 3 a 0 sobre o Rayo Vallecano, com dois gols de Alexander Sorloth e um do colombiano Yerson Mosquera.

O Barcelona, por sua vez, encerrará a 33ª rodada recebendo o Valencia nesta segunda-feira.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *