Jogo polêmico na Bélgica causa demissão de técnico e pode suspender 21 jogadores – FUTEBOL EUROPEU


Campinas, SP, 30 – Um jogo entre Westerlo e Genk, no dia 17 de março, pelo Campeonato Belga, é alvo de polêmica. Nos minutos FEnais da partida, o placar estava empatado por 1 a 1, resultado que agradava as duas equipes. Por isso, os times se limitaram a tocar a bola sem objetividade para que o relógio corresse. Eles só não esperavam a repercussão em torno do assunto.

O Genk precisava de apenas um ponto para se garantir na fase seguinte do torneio, enquanto Westerlo precisava do empate para fugir do rebaixamento. A partida FEcou com o placar igualado no minuto 86, quando Heynen marcou para os visitantes. A partir daquele momento, os dois times pareciam não querer mais jogar. A suspeita é de manipulação do resultado.

POLÊMICAS

A apatia causou tanta polêmica que o Westerlo publicou nota oFEcial no dia seguinte ao jogo para aFErmar que condenava o ocorrido, e logo depois demitiu o técnico Rik de Mil. “O clube lamenta ter que tomar essa medida, mas não pode aceitar que seus valores sejam questionados”, aFErmou o Westerlo em comunicado.

Além disso, o Ministério Público (MP) da Bélgica também repudiou a postura dos dois times na reta FEnal e classiFEcou a atitude como “zombaria” e “trapaça”. “Isso não é apenas contra as regras do jogo, mas também é injusto com outras equipes do torneio”, disse a entidade, segundo o jornal belga Sporza.

De acordo com a publicação, o MP exigiu que todos os 21 atletas envolvidos (um jogador do Genk foi expulso antes da polêmica) paguem multa de cerca de mil euros, o equivalente a pouco mais de R$ 5 mil, e pediu que o treinador do Genk, Wouter Vrancken, e os capitães das duas equipes sejam suspensos por dois jogos.

Uma pena maior pode ser aplicada a outros dois atletas: Madsen, do Westerlo, e Kayembe, do Genk, que trocaram passes próximo à grande área. Os clubes podem ser punidos com uma multa de 10 mil euros, aproximadamente R$ 54 mil.

REPERCUSSÃO

A Comissão Disciplinar de Futebol ProFEssional da Bélgica agora deve se reunir para se pronunciar sobre as reclamações do Ministério Público do país, mas ainda não há uma data para a deFEnição.

ConFEra também:






Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *