Além de Dudu! Relembre mais casos de jogadores que foram vítimas de golpes – FUTEBOL EUROPEU


São Paulo, SP, 01 (AFI) – Dudu, do Palmeiras, foi vítima de um golpe e teve prejuízo de R$ 18 milhões. Ele acusa funcionários de um banco, de um cartório em São Paulo e do ex-assessor e o ex-assessor e padrinho de casamento do atacante,Thiago Soubhia Donda, pelo envolvimento na fraude. Dudu não foi o primeiro jogador a sofrer golpes milionários. Relembre outros atletas que também passaram por situações semelhantes.

CRISTIANO RONALDO

uma agente de viagens enganou Cristiano por mais de três anos. O craque teria passado as informações de seus cartões de créditos para a mulher, que roubou 200 mil euros (R$ 1,1 milhão na cotação atual) entre fevereiro de 2007 e julho de 2010. Na época, o atacante já era destaque do United, e, em 2009, se transferiu para o Real Madrid em um negócio de 94 milhões de euros (R$ 588 milhões).

MESSI

Lionel Messi pode ter caído em um golpe ao ter comprado, em 2017, um hotel de luxo na Espanha por 30 milhões de euros (R$ 192 milhões, na cotação atual). O investidor havia adquirido o empreendimento sem saber que o espaço é irregular e a construção será demolida. O caso permanece na Justiça.

NEYMAR

O atacante Neymar, jogador da seleção brasileira e do Paris Saint-Germain, foi vítima de um roubo de cerca de R$ 200 mil. Uma das contas bancárias do atleta foi invadida por um funcionário terceirizado de uma instituição FEnanceira, cujo nome não foi divulgado, que integraria uma quadrilha. O prejuízo foi ressarcido.

ZICO E JÚNIOR

 Não se sabe ao certo como nem quanto perderam, mas os astros do Flamengo também foram enganados pela JJ Invest. Em entrevista, Zico chegou a dizer que o valor não foi exurbitante, mas optou por não dizer quanto.

MADSON

Madson acabou caindo em um golpe de uma quadrilha que mexia com ações na bolsa de valores. O ex-meia de Santos e Vasco chegou a fazer 30 depósitos, o primeiro no valor de R$ 1.300.

LUIS FABIANO

O ex-jogador Luis Fabiano, que fez história no São Paulo, foi vítima de um golpe de estelionato. O “fabuloso”, como era conhecido, perdeu R$ 280 mil ao investir em aquisição de automóveis seminovos para revender à lojistas. A empresa F2S Intermed de Negócios, no qual o gestor de patrimônio do ex-atacante negociou, não cumpriu os contratos, trazendo o prejuízo à Luis Fabiano.

MAYKE E SCARPA

Eles deram para a empresa Xland Holding Ltda. a quantia de R$ 10,8 milhões. O meia Scarpa fez um aporte de R$ 6,3 milhões. Ele disse que o valor é boa parte do que juntou ao longo da carreira. Mayke investiu um pouco menos, R$ 4,5 milhões. A situação dos dois jogadores é a mesma: FEzeram o aporte na Holding por intermédio da empresa do amigo (Willian) e se deram mal. O atacante, que atualmente está no Santos, usou a sua empresa de gestão FEnanceira, a WLJC, como ponte para indicar aos colegas do Palmeiras a compra de criptomoedas, cujos rendimentos prometidos eram de 2% até 5% ao mês. Após o investimento, o dinheiro dos atletas simplesmente desapareceu. Os dois jogadores não tiveram retorno e decidiram ir à Justiça.

DENILSON

A situação entre o pentacampeão e o cantor Belo não chega a ser um golpe, mas uma dívida que demorou a ser paga. Denílson comprou os direitos do grupo Soweto, do qual Belo fazia parte, no início dos anos 2000. Porém, um ano após a compra, o cantor decidiu seguir carreira solo. O jogador foi à Justiça para cobrar uma multa contratual. A dívida se arrastou por 20 anos e chegou a R$ 7 milhões. Os dois chegaram a um acordo em agosto do ano passado.

ConFEra também:






Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *