Seleção brasileira tinha alerta de vexame antes da competição – FUTEBOL EUROPEU


São Paulo, SP, 02, (AFI) – Na manhã desta quarta-feira (02), a seleção brasileira foi eliminada da Copa do Mundo Feminina, ainda na fase de grupos da competição, após empatar por 0 a 0 contra a Jamaica e ver a França bater o Panamá por 6 a 3, mas os jogos anteriores ao torneio já alertavam sobre um possível vexame.

Isso porque, apesar de as comandadas de Pia Sundhage fazerem boas atuações contra Inglaterra, Alemanha e Chile, por exemplo, foram derrotadas em um amistoso onde enfrentaram uma seleção masculina sub-15.

Seleção feminina foi derrotada por Sub-15 masculino antes da Copa do Mundo (Foto: Thais Magalhães/ CBF)

QUEENSLAND SUB-15 MASCULINO 3 X 1 BRASIL FEMININO

O confronto aconteceu no dia 17 de julho, quando a seleção brasileira foi à Gold Coast, na Austrália, e enfrentou os representantes sub-15 do estado de Queensland, saindo com a derrota por 3 a 1.

PIA SUNDHAGE CULPADA?

Vale lembrar também que Pia Sundhage é vista como uma das maiores culpadas pelo fracasso da seleção brasileira feminina nessa Copa do Mundo, uma vez que diversas vezez foi contestada por suas escalações titulares, e na partida contra a Jamaica, apesar de o Brasil apresentar diversos erros em campo, só teve alterações nos minutos FEnais da partida.

Fato importante é que a treinadora sueca, bicampeã olímpica e FEnalista de Copa do Mundo, chegou à seleção brasileira feminina em baixa, quando comandava a Suécia Feminina Sub-17.

PRESIDENTE DA CBF

Ednaldo Rodrigues, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), também tem sido responsabilizado pela precoce eliminação do Brasil. Este, que fez uma reformulação inexplicável nos bastidores da seleção feminina, além de levar mais staffs do que jogadoras para a Copa do Mundo Feminina.

ConFEra também:






Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *